Wellness: 2 week sprint

(PT-BR) Esse projeto foi realizado em um sprint de 10 dias.

Wellness is define as an active process through which people become aware of, and make choices toward, a more successful existence.

O Cliente: National Wellness Institute — NWI

O NWI é uma organização criada em 1977 e é líder no fornecimento de desenvolvimento profissional e oportunidades de envolvimento que apoiam indivíduos de uma variedade de disciplinas na promoção do bem-estar.

Embora realize um excelente trabalho há muitos anos, o Instituto observou uma queda substancial no número de associados, provavelmente porque seu programa tem demorado para se atualizar e não vem acompanhando a tecnologia. Com isso, eles desejam encontrar uma maneira de agregar valor e para isso eles pretendem focar em dois pontos:

  • Criar um conjunto de ferramentas digitais de bem-estar para treinadores
  • Atualizar sua imagem através da criação de um novo sistema visual, refletindo a inovação e atualização.

Design Thinking

- the double diamond mode -

1st Diamond: DISCOVER AND DEFINE

User Research

Desenvolvemos um novo aplicativo para usuários interessados em alimentação saudável, assistência alimentar e nutricional. Antes de conhecer nossos usuários, realizamos uma pesquisa de mesa para entender o cenário atual.
Além do mercado global de aplicativos de saúde ser avaliado em mais de US$12 bilhões em 2018, desde o início da pandemia a busca por auxílio em questões relacionadas ao bem-estar tem aumentado. Um estudo em andamento pelo grupo Nupens-FSP, da Universidade de São Paulo detectou, no último semestre de 2020, sinais de que a pandemia teve um efeito benéfico nos hábitos alimentares dos brasileiros. (https://nutrinetbrasil.fsp.usp.br/)

Quando se fala em alimentação saudável, muitas vezes o assunto vem atrelado a dietas restritas, emagrecimento e isso pode gerar insatisfação nas pessoas e até mesmo uma busca contínua (e inalcançável ) pelo perfeito.

Realizamos pesquisas quantitativas (21 respondentes) e qualitativas (3 entrevistados) para entender mais sobre a relação das pessoas com a comida.
Tivemos a oportunidade de entrevistar uma nutricionista, que nos trouxe informações muito ricas do ponto de vista profissional, inclusive nos indicando algumas ferramentas que ela utiliza na prática.

Embora o número de participantes tenha sido pequeno, os resultados foram muito importantes para nós. Dos respondentes na pesquisa quantitativa:

- 57.2% classificaram sua alimentação como boa/muito boa e mesmo assim, cerca de 90.9% desejam melhorar os seus hábitos alimentares.
- 57.1% já foi ao nutricionista e destes 47.1% relataram a experiência como ruim ou muito ruim, 25% indiferente e aproximadamente 33% relataram a experiência como boa/muito boa.

Com a pesquisa qualitativa, obtivemos informações bem detalhadas a respeito da relação de cada um com a comida e também sobre as experiências com nutricionistas. Vale destacar que muitas informações obtidas na pesquisa quantitativa foram validadas nessa etapa.

Nessa primeira sprint optamos por focar no paciente como usuário.

Após as pesquisas montamos um Diagrama de Afinidade para entendermos e relacionarmos os dados obtidos. Conseguimos confirmar que as principais dores dos usuários seriam: a dificuldade no consumo de água (tanto para manter um nível adequado, quanto para quantificar), a relação complicada com a dieta (dietas muito restritivas e/ou que não se adequam a rotina), e também a experiência em uma consulta com nutricionista (os entrevistados relataram uma experiência muito engessada e nada personalizada).

- Diagrama de Afinidade -

Outra ferramenta muito importante nessa etapa do projeto foi o Mapa de Empatia e após a realização dele conseguimos definir nossa Persona. Nesse primeiro momento o nosso foco seria no paciente.

- Persona -

Após definir nossa persona, o próximo passo era declarar nosso problema e hipótese.

Problema

“Usuários que querem melhorar sua relação com a comida, precisam de uma maneira para que a consulta com o nutricionista não seja impessoal e que as instruções sejam realistas e alinhadas com seu estilo de vida para que não desista do acompanhamento nutricional e do seu objetivo.”

Hipótese

“Se a desistência do acompanhamento nutricional estiver relacionada ao estilo genérico como são feitas as recomendações, então oferecendo um atendimento personalizado e um acompanhamento regular do nutricionista, conseguiremos manter esses pacientes interessados e promover a melhora em seus hábitos alimentares.”

- the double diamond model -

2nd Diamond: DEVELOP AND DELIVER

Nossa solução será realizada para mobile: Android. Abaixo você confere o sitemap da solução:

- sitemap: nessa primeira sprint realizamos o protótipo apenas com a parte em destaque (tracejado) -

Wireframes, Testes, Iterações

Para chegarmos na solução final com um protótipo de alta fidelidade, antes precisamos passar por etapas de baixa e média fidelidade. Apresento algumas imagens que refletem um pouco desse intenso e gratificante processo.

- O famoso “Rabiscoframe” -
- Iterações-

Realizamos testes de conceito, de usabilidade, e mais uma vez pude perceber o quanto o contato com o usuário nessa etapa é importante. Conseguimos destacar vários pontos de melhora, o que foi essencial para guiar nossas próximas decisões, iterar… iterar… iterar… Essa etapa foi essencial para que ao final da sprint, teríamos um produto que realmente resolve a dor do usuário de maneira eficiente.

O produto final: Freely

- logo do app -

Style Tile

O “Style Tile” consiste em fontes, cores e elementos de interface que comunicam a essência da marca.

- Style Tile: Freely App -

Protótipos

De acordo com o nosso User Flow, a melhor maneira para criar nosso protótipo de alta fidelidade de um usuário já cadastrado no aplicativo.
O usuário já realizou a consulta e recebeu todas as recomendações, que também já foram cadastradas pelo Nutricionista e vinculadas a conta do paciente. No protótipo é possível registrar o consumo de água e de refeições.

Você pode acessar o protótipo e explorar as funcionalidades, clicando aqui!

Registrar Refeição

Um diferencial é que a composição do prato contém as proporções de acordo com grupos alimentares e não uma dieta com alimentos específicos. Ou seja, o paciente (usuário) tem total liberdade para escolher os alimentos de acordo com o que aprendeu na consulta.

E se o usuário não se lembrar quais alimentos fazem parte de determinado grupo? é possível consultar em: “dúvidas” logo abaixo do prato.

- sessão do app -

Monte seu Prato

O usuário edita a composição de acordo com a proporção dos grupos alimentares consumidos em determinada refeição. Por exemplo, no protótipo o usuário consegue adicionar uma refeição completa (com todos os grupos alimentares) e também pode editar a composição parar registrar uma refeição de um prato apenas com alimentos do grupo: Vegetais.

- seção do app -

Educação Alimentar

Para solucionar essa questão, antes de registar a refeição o usuário consegue selecionar como se sente de acordo com a escala da fome e saciedade, que é uma ferramenta amplamente utilizada por nutricionistas para educar em quais momentos o paciente sente fome real, com base nas sensações físicas.

- seção do app -

Você pode acessar o protótipo e explorar as funcionalidades, clicando aqui, ou assistindo o vídeo abaixo:

- vídeo do protótipo interativo -

Protótipo iOS

Abaixo coloco exemplos de tela do app no sistema operacional iOS

- iOS -

Next Steps

Algumas funcionalidades pensadas para o app só poderão ser implementadas em outras sprints:

  • Chat com o Nutricionista: toda a comunicação seria feita através do próprio app. O paciente poderá agendar as próximas consultas, solicitar mudanças e etc, tudo direto pelo aplicativo. Nutri e Paciente saem ganhando
  • Desafios: que serão propostos pelos nutricionistas aos pacientes que solicitarem
  • Toda a base para o Nutricionista controlar sua agenda, seus contatos, informações e progressos individuais dos pacientes em formato de “Habit Tracker”, pagamentos e outras ferramentas para auxiliar o profissional no dia-a-dia.

Esse projeto foi desenvolvido junto com Guilherme Grossi, obrigada por toda a ajuda e por aguentar firme esse projeto tão intenso.

Obrigada pela sua leitura, fique a vontade para me mandar feedbacks, sugestões ou marcar um web-café para conversarmos.

Amanda,
LinkedIn

Biologist based in Amsterdam. Discovering a new world at Ironhack Bootcamp: UX/UI Design

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store